logo
Histórias de Sucesso


Advogado | Comerciante| Ex-Aluno FADITU

Dr. Carlos Alberto D’Ambrosio

Dr. Carlos Alberto D’Ambrosio formou-se na 21ª Turma da FADITU em 1992. Na época era comerciante e hoje é advogado, se identificando mais com as áreas do Direito Tributário, Consumidor e Direito Coletivo do Trabalho, alem de ser comerciante, presidente do Sincomércio - Sindicato do Comércio Varejista, Vice-Presidente da Fecomércio – Federação do Comércio do Estado de São Paulo, Conselheiro do Sesc – Serviço Social do Comércio e Juiz do TIT – Tribunal de Impostos e Taxas do Estado de São Paulo. Conta que o professor que mais lhe marcou, hoje desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, foi o Dr. Antonio Rigolin. E esclarece ainda que sua admiração venha da simplicidade, humildade e pelo profundo conhecimento que o professor possui em processo civil. "Um exemplo a ser seguido", diz. Dr. D’Ambrosio também se lembra de um episódio que lhe marcou muito: "Estudávamos na FADITU quando do vendaval que assolou a cidade em setembro de 1991. Foi muito triste ver a escola destruída. Mas tivemos a satisfação de ver sua reconstrução em pouco tempo", relata. Além do conteúdo, ele diz que a FADITU lhe trouxe amizades e exemplos de superação: "Na faculdade tínhamos um grupo de aproximadamente 8 colegas com idade entre 40 e 50 anos, todos grisalhos. Não faltávamos ás aulas. Estudávamos muito. Dificilmente fazíamos exames finais, pois fechávamos as notas. Foi uma superação porque alguns trabalhavam durante todo o dia, moravam em outra cidade e mesmo assim com muito sacrifício conseguiram se formar. Nossa formatura foi emocionante. Hoje são brilhantes advogados. Éramos colegas. Hoje somos amigos", descreve.

Dra. Selma Aparecida Valle

Dra. Selma Aparecida Valle formou-se na FADITU na turma de 1980. Na época da faculdade era funcionária pública federal e hoje é advogada atuante na área que mais se identifica que é a Trabalhista. Ela se lembra do professor Dr. Michel Temer e esclarece que ele lhe marcou mais pela sua oratória.
Conta também que como era muito jovem, tudo era diferente e importante e, além do conteúdo, a FADITU trouxe-lhe o aprendizado para a vida que, juntamente com todas as novidades que surgiram durante seu período de faculdade, foi favorecido em virtude dos relacionamentos com professores e alunos, relacionamentos estes que persistem até os dias de hoje.
Ela também se recorda das aulas com o Dr. Teófilo Cavalcante Neto, da disciplina de Introdução ao Estudo do Direito: “Tive a honra de conhecer e ter aulas com ele, e não me esquecerei jamais, tanto da matéria que ele militava, quanto das piadas que contava a fim de descontrair a classe. Saudades!”, diz.
Dra. Selma Valle parabeniza a FADITU por seus 40 anos e encerra: “Acho muito importante este projeto acerca da FADITU. É merecido. Parabéns!”




Advogada | Ex-Aluna FADITU | Turma de 1980
Romeu

Advogado | Professor | Ex-Presidente da OAB de Salto | Ex-Aluno FADITU

Dr. Romeu Gonçalves Bicalho

Na minha opinião de se estudar na Faditu é que ali você só tem curso de direito. Portanto você respira direito, você conversa com pessoas totalmente envolvidas com o mundo do direito, proporcionando ao estudante um aprendizado muito maior.
É de extrema importância para aquele que quer no dia de amanhã se envolver, se dedicar.
Vários dos professores que lá estão dando aula hoje, foram alunos da Faditu. Ela tem seu curso de pós-graduação. E ela tem essa característica de valorizar seu ex-aluno de forma a possibilitar aquele que tem essa vocação, para o dia de amanhã estar lá, sendo mestre, proporcionando, ensinando.
O ambiente da Faditu, ele é muito acolhedor, faz com que você se sinta bem, bem à vontade. Essa relação é muito interessante, o aluno e a Faditu, é muito gostoso.


Veja o Depoimento em vídeo

Drª. Maria Victória de Barros campos

A FADITU, ela me forneceu a base, o alicerce pra que eu pudesse alcançar meus objetivos. Eu não tenho vergonha de dizer que quando eu entrei na faculdade com dezoito anos, eu nem mesmo sabia as funções de um promotor de justiça, de um juiz. Então foi na Faditu que eu tive esse acesso ao mundo jurídico, ao mundo do direito.
Eu tive aula com uma professora que a época era procuradora do Estado, hoje ela é defensora pública também. A paixão que ela demonstrava nas aulas, ela se empolgava tanto com aquilo e demonstrava tanta alegria em fazer aquela função, que eu não tive dúvida que eu queria fazer aquilo que ela fazia. E hoje eu tenho orgulho de fazer aquilo que eu sonhava fazer e sei que foi essa professora que despertou em mim esse desejo essa vontade tão grande de ser defensora pública.


Veja o Depoimento em vídeo

Maria

Defensora Pública | Ex-Aluna FADITU
Regis

Juiz do Trabalho | Ex-Aluno FADITU

Dr. Régis Franco e Silva de Carvalho

A FADITU foi fundamental na minha formação profissional. Foi onde iniciei o primeiro contato com o mundo jurídico, e onde pude me desenvolver para conquistar aquilo que obtive na minha carreira profissional.
Sem dúvida alguma a matéria que mais teve influência na minha formação profissional foi direito do trabalho, principalmente por sua vocação social, pelo seu conteúdo voltado à defesa dos direitos mais basilares dos trabalhadores. Além disso, projetos envolvendo responsabilidade social, como trotes solidários com coleta de sangue, de alimentos foram bastante importantes fora da formação técnica oferecida pela faculdade.
O extremo senso ético transmitido pelos professores, sem dúvida, tiveram importância ímpar na formação do meu caráter, da minha postura profissional.


Veja o Depoimento em vídeo

Drª. Kelly Cristina de Oliveira Pratarotti

A FADITU foi fundamental na minha formação profissional. A disciplina de processo civil foi muito importante para a escolha do meu caminho profissional.
Além da minha formação, a Faditu me proporcionou excelentes colegas de trabalho.


Veja o Depoimento em vídeo

Kelly

Advogada Tributária | Ex-Aluna FADITU
Gustavo

Promotor de Justiça | Professor | Ex-Aluno FADITU

Dr. Gustavo dos Reis Gazzola

A FADITU foi o primeiro passo na minha carreira de promotor de justiça. Descobri um novo ramo do conhecimento, uma oportunidade de um novo posicionamento na sociedade. Tive a satisfação de ter sido aluno da Faculdade de Direito de Itu, onde hoje também leciono exatamente da cadeira de direito penal e na cadeira de direito processual penal.
É no ser humano que deixamos a nossa mensagem, é no ser humano que nós erguemos nossos monumentos. Esses monumentos são imorredouros, eles acompanham a humanidade. Nos os transferimos para os nossos alunos e eu tenho em mim a marca dos meus mestres, a marca dos meus professores, a marca dos mantenedores dessa faculdade, o carinho e tudo o que me ensinaram. Esta marca, este monumento é imorredouro em mim, e será imorredor nos meus alunos.


Veja o Depoimento em vídeo

Dr. Cláudio da Silva Alves - Turma 1997

“Me formei bacharel em direito no ano de 1997 pela FADITU, e em seguida passei a trabalhar no escritório de advocacia do Dr. Edson Carlos Guarnieri e Dr. José Antonio da Silva, sendo que no ano de 1999, fui aprovado no exame da ordem dos advogados do Brasil, ocasião em que montei meu próprio escritório. No ano de 2000, fiz o curso de pós-graduação em Direito Processual Civil. No ano de 2001, passei a trabalhar também como Professor Universitário, ministrando aulas nas disciplinas de Direito do Trabalho, Instituições de Direito Público e Privado e Direito Comercial. Em 2003, fiz novo curso de pós-graduação em Direito Público e do Estado na FADITU. Fiz o curso de teoria e prática do Tribunal do Júri realizado pela OAB/SP. Atualmente continuo exercendo a advocacia, bem como, ministrando aulas como professor nas Disciplinas de Direito do Trabalho, Direito Empresarial, e Instituições de Direito Público e Privado, ressaltando minha atuação no Tribunal do Júri na qualidade de advogado de defesa e sustentação oral nos Tribunais de Justiça nas áreas cível e criminal. Para finalizar gostaria de ressaltar um fato ocorrido no segundo ano de Faculdade quando tive que fazer uma prova de dependência na disciplina de Direito Civil, a qual foi aplicada pelo professor Mário, atualmente diretor da faculdade, e como a maioria das pessoas, a prova oral parecia um terror, pois o medo e insegurança era tanta que não acreditava que conseguiria nota. O professor Mário me tranquilizou dizendo que a oratória era um grande instrumento de trabalho do profissional do direito, e que a prova oral seria o início da minha preparação profissional futura, razão pela qual o exercício da oratória deveria ser constante. Hoje, após longos anos vejo o quanto foi importante este incentivo, pois na ocasião tive a tranquilidade necessária para fazer a minha prova, sendo certo, que serviu como ensinamento e lição a qual procurei aprimorar no decorrer da profissão, pois atualmente sou uma pessoa apaixonada pelos debates, me realizo fazendo sustentação oral nos Tribunais, acrescentando que a oratória ajudou e ajuda ainda no tocante a outra profissão, professor universitário. Meus eternos agradecimentos a todos os mestres e a FADITU pelas oportunidades dadas a minha pessoa.”

Claudio

Advogado | Professor Universitário
Henrique

Delegado de Polícia Civil

Dr. Henrique Lago Neto

Dr. Henrique Lago Neto é atualmente Delegado de Polícia na cidade de Salto. Ele formou-se pela FADITU no ano de 1985 e sua turma vem a ser a 13ª de formandos, sendo que, a maioria de seus colegas optou por militar na Advocacia.
Dr. Henrique Lago, como é conhecido, conta com orgulho que praticamente tornou-se ituano após mudar-se para a cidade para concluir a faculdade de Direito, em 1980. De lá para cá, casou e formou família em Itu, cidade que diz amar porque foi aqui que aprendeu a ser feliz.
Dos professores que colecionou na faculdade ele lembra com saudade dos ensinamentos dos mestres Dr. Agenor Nakazone, Michel Temer e Dr. Antonio Rigolin. Conta que teve a sorte de assistir aulas tão marcantes que até hoje é capaz de lembrar dos exemplos que os professores davam em sala de aula, tamanho era o seu encantamento pelo Direito à época.
Lago revela que FADITU marcou muito a sua vida, uma vez que, ainda hoje mantém laço de amizade com alguns professores, tais como o professor Nakazone e com pessoas da direção da faculdade como o Dr. José Maria Duarte.
Segundo Lago, sua trajetória de vida tem tudo a ver com a faculdade que cursou e que agora vê com orgulho suas duas filhas fazerem o mesmo: “A FADITU faz parte da minha vida; foi ela que me trouxe para Itu. Me mudei para cá a fim de cursar a FADITU, enquanto trabalhava como investigador de polícia na minha cidade.
Foi por conta de uma tragédia ocorrida em Itu, em julho de 1980, quando o conhecido professor ginasial, Zinho Tocheton, foi morto por seu ex-aluno, conhecido pelo apelido de “Pelé da Vila” que, nas diligências para prender o assassino, o mesmo na fuga matou também o investigador Tércio.
Na época, o Delegado Regional de Sorocaba, Dr. Ivan Pantaleão, solicitou auxílio para os investigadores da região de Sorocaba e, atendendo-o, vim para Itu. Juntei o meu desejo de cursar a FADITU com a necessidade da investigação e aqui permaneci e sou muito feliz com a escolha que fiz.
Após a conclusão da faculdade, foi em 1.989 que fui aprovado para o cargo de Delegado de Polícia, sendo que, tive a oportunidade de trabalhar em Itu até 2.003.
Meu maior orgulho agora é ver minha filha Rebecca sendo aprovada no primeiro Exame da OAB que prestou e com o detalhe da nota máxima”.

Dra. Rebecca Yassunaga Lago

Dra. Rebecca Yassunaga Lago tem 23 anos e é recém formada em Direito pela FADITU (Turma 2008). Segundo ela, sua conquista mais recente foi obter a única nota 9 no Exame 138 da OAB-Região Sorocaba, sendo aprovada no primeiro exame que prestou. Ainda surpresa com a aprovação e com todos os votos de congratulações que vem recebendo desde a publicação do resultado, ela conta que é o Direito Penal a área que mais gosta e se identifica, sendo que, muito da sua paixão pelo Direito Criminal vem da inspiração que tem em seu pai, o Delegado de Polícia Civil de Salto, Dr. Henrique Lago Neto, também formado pela FADITU (Turma 1985).
Entre os vários professores que colecionou durante os cinco anos de curso na FADITU, Rebecca conta sempre lembrar-se com carinho do apoio dos professores Dr. Luís Inácio Carneiro e Dr. Luís Antonio Nunes. Segundo ela, “são exemplos de profissionais”.
Estudiosa e com esperança na carreira que inicia, Dra. Rebecca ainda acrescenta: “Por meio da FADITU pude verificar minha vocação profissional e aprender com os professores e colegas de turma coisas que levarei comigo por toda a vida”.

Rebeca

Advogada
Clovis

Advogado

Dr. Clóvis Eduardo Michelim da Silva

Dr. Clóvis Eduardo Michelim da Silva formou-se pela Faditu na turma de 1996. Na época da Faculdade era gerente industrial no ramo têxtil e hoje é advogado, especializado em Direito Administrativo, responsável pelo Departamento Jurídico e de Administração de Contratos do Grupo Empresarial JL J.
Ele conta que gosta de trabalhar com Direito Administrativo, atuando com mais freqüência na área de licitações e contratos administrativos, acompanhando processos junto a Tribunais de Contas (Estado e União), Tribunais Superiores, principalmente no ramo do Direito Administrativo (Lei de Licitações; Lei de Responsabilidade Fiscal) e nas demais que estejam diretamente ligadas à Administração Pública (Municipal, Estadual e Federal).
Michelim diz que alguns professores marcaram sua carreira pela excelente didática e clareza com que transmitiam seus conhecimentos. Para ele, “seria injusto de sua parte nomear qualquer um deles.” Mas, destacou alguns que, principalmente após a conclusão do curso, tornaram-se companheiros de profissão e verdadeiros amigos (Dr. Luiz Antonio Nunes; Dr. Mario Dotta Jr.; Dra. Maria Helena Campos Carvalho; Dra. Maria Luiza Buffo) e complementa: “Gostaria aqui de prestar um agradecimento especial ao Dr. Antonio Rigolin, pois para mim foi o destaque em termos de transmissão de conhecimento.”
Ele ressalta que a FADITU lhe trouxe vários aprendizados: “Em primeiro lugar, a abrangência do DIREITO, já que abre inúmeras oportunidades de atuação na vida profissional. Segundo, pelo relacionamento que foi construído com vários colegas de turma e professores durante os quatro anos que freqüentou a faculdade. E, em terceiro lugar, o fato de o Direto fazê-lo pensar de modo mais abrangente, bem como lhe ensinou a não desperdiçar as oportunidades que a vida oferece.
Dr. Clóvis Michelim recorda de dois fatos que ficaram registrados na sua memória. O primeiro foi o ingresso em uma faculdade após vários anos longe dos bancos escolares (que o fez repensar em alguns conceitos antigos); e, o segundo momento foi a sua formatura (pois no início não acreditava que poderia chegar lá). Ele diz ainda que a FADITU possibilitou seu ingresso no Magistério (lecionou em Colégio Técnico Profissionalizante – Curso de Contabilidade) ministrando aulas de Direito e Legislação Aplicáveis.
Também, através do curso, pôde exercer funções e cargos públicos tais como: Secretário Municipal de Justiça e Cidadania (ITU); Presidente de Autarquia (SAAE-ITU), e até o cargo de Prefeito interino (novembro/2004).
Outro ponto importante (embora ele confesse que no início não admirasse muito a matéria) foi a atuação no ramo do Direito Administrativo, área com cujo conhecimento pôde prestar serviços a grandes empresas, sempre no campo das licitações (no que se tornou especialista), onde sempre foi e é convocado a apresentar pareceres sobre vários assuntos.
E conclui: “A FADITU transformou minha vida, pois deixei uma profissão no ramo têxtil, para dedicar-me, exclusivamente, à ADVOCACIA. OBRIGADO, FADITU!”

Dra. Andréa de Fátima Camargo

Advogada, formada pela FADITU no ano de 1994. Desde a faculdade já trabalhava como estagiária no escritório de advocacia, onde hoje trabalha juntamente com seu pai, Dr. Roberto de Camargo, também formado pela FADITU na turma de 1974.
Dra. Andréa frisa que faz questão de lembrar sempre dos ensinamentos do “culto e ilustre Professor Doutor Luis Antonio Nunes”, como ela mesma o intitula, “que com seu jeito simples e divertido transmitia de forma clara a matéria”, afirma, com saudade.
Adora atuar no ramo do Direito de Família, mas confessa verdadeira paixão pelo Direito Penal. Completa que o Direito é apaixonante e buscar a Justiça a faz completamente realizada profissionalmente. “A FADITU me fez realizar um sonho: o de me tornar advogada, profissão que sempre almejei.”

Andrea

Advogada
Sotilo

Delegado de Polícia Federal

Dr. Antonio Celso Sotilo

Formou-se pela Faditu em 1996. Era Escrevente Técnico Judiciário e atualmente é Delegado de Polícia Federal. Gosta de atuar na área de Direito Penal e o professor que mais lhe marcou foi justamente o Dr. Agenor Nakazone, que lecionava Direito Penal. Lembra-se de um evento realizado pela FADITU com a palestra da Delegada de Polícia Federal Dra. Maria Inês Bernardini, fazendo com se interessasse por esse campo, que até então para ele era totalmente desconhecido. O principal aprendizado que traz da FADITU é que a Faculdade foi o início, abrindo um horizonte enorme, o que lhe proporcionou traçar seu próprio caminho com determinação, vontade, e assim vencer.

Dra. Daniele Wahl de Araujo e Giorni

Formou-se pela Faditu em 2000 e durante a Faculdade estagiou em escritório de Advocacia, na Prefeitura e no Juizado Especial Criminal de Sorocaba. Atualmente é Advogada, Diretora Acadêmica do Instituto dos Advogados de Sorocaba – IASSA, Professora Universitária da UNIESP em Sorocaba e Zumbi dos Palmares em São Paulo. Professora palestrante de “Resolução Alternativa de Conflitos” (a convite da Secretaria de Justiça do Governo do Estado de São Paulo em 2006 para a cidade de Campinas; a convite da Secretaria dos Assuntos Jurídicos da Estância de Atibaia em 2007; a convite da Colibri Assessoria de Relações para a Guarda Civil Municipal de Diadema em 2008) e Apresentadora do Web Debate Jurídico-Filosófico, da TV Sorocaba ao Vivo, realizado uma vez por mês.
Gosta de trabalhar com Direito de Família e os professores que mais lhe marcaram foram o Dr. Antonio Rigolin e a Dra. Leila Brada; ele porque, mesmo tendo uma fisionomia séria, sempre mostrou afeto pelos alunos e verdadeira amizade por aqueles que buscavam sua opinião ou auxílio, além de incentivar estudos e temas recém-surgidos no Direito, e ela por sua alegria, seu vasto conhecimento na matéria lecionada e por demonstrar verdadeiro amor ao ensino. “Hoje em dia somos amigos, foram dois grandes presentes que recebi da FADITU por ter sido aluna naquela instituição: as amizades dos docentes Rigolin e Leila”, diz.
Lembra-se de um seminário realizado pela Faditu de Direito Alternativo, quando o Exército esteve em vigília constante à faculdade em razão da vinda ao Brasil de ativistas políticos de extrema esquerda da época da ditadura militar, convidados por um professor recém-chegado, para participar do evento e, lembra-se também, da visita da Profª. norte-americana Susan Andrews para palestrar sobre a “Teoria das Múltiplas Inteligências, demonstrando assim, ser uma instituição que respeitava (e, ainda respeita) o aluno enquanto um fim em si mesmo e não mero número do registro de alunos como se vê muito hoje em dia. E que, por tudo que vivenciou na Faditu à sua época, define-a como Vanguardista e Pioneira enquanto Instituição de Ensino. O principal aprendizado que a Faditu trouxe para sua vida e carreira foi: “Estar sempre alerta com o caminho que a humanidade está percorrendo e contribuir com as mudanças enfrentadas através dos estudos, da pesquisa, do aprimoramento intelectual e emocional constante, da criatividade”, conta.

Daniele

Advogada
Agenor

Delegado de Polícia Federal

Dr. Agenor Bernardini Júnior

Formou-se pela Faditu em 1989/90. Trabalhava como Comerciário; hoje é Delegado de Polícia Federal em Sorocaba. Segundo ele, a descoberta da sua paixão pelo Direito Penal aconteceu ainda nos bancos da FADITU. Com saudade, lembra dos professores Dr. Antonio Rigolin, Dr. Paulo Cirilo e Dr. Agenor. “Me recordo deles sempre com muito carinho pela seriedade, competência e amor com que se dedicavam ao ensinamento dos alunos”. Segundo ele, a Faditu lhe deixou alguns ensinamentos, que ele faz questão de não abandonar, mesmo agora com tantos anos de carreira na polícia. “Primeiro, é nunca deixar de estudar. Qualquer profissão escolhida exige um eterno aprendizado. O segundo é qualquer que seja a área do Direito escolhida para atuar, “o fundamental é faze-lo com humildade”, ensina.

Elisa Lopes

"Parabéns, FADITU. Foi nesta instituição que tive em minha vida o incentivo para uma vida profissional, respeitada e dinâmica, onde as pessoas com dignidade transformam o ser humano em pessoas que se preocupam com os direitos, deveres, enfim obrigações necessárias para a perfeita convivência de todos os cidadãos."

Elisa

Advogada | Turma 1983
Rafael

Promotor de Justiça

Rafael Beluci

"Após me formar, passei a advogar. Não tinha muitas causas, até porque estava me dedicando mais aos estudos. Fiz um ano e meio de estudo intensivo, inclusive freqüentando cursos preparatórios para concurso. Tive êxito após esse período no concurso de ingresso ao Ministério Público. Ingressei no Ministério Público em setembro de 2003. Sou Promotor de Justiça Titular de Águas de Lindóia desde setembro de 2007. Durante o período de Promotor de Justiça Substituto posso dizer que estive em quase todas as regiões do Estado de São Paulo. Hoje estou em Águas de Lindóia, entrância inicial.
Quero neste espaço não lembrar de uma história, mas de uma pessoa, Luis Antonio Nunes, professor muito dedicado, que sempre se empenhou no desenvolvimento de seus alunos, dos quais tive a sorte de ser um deles.”
Parabéns, FADITU, pelos 40 anos de muito sucesso, dedicação e competência."

Mario Dotta Junior

Dr. Mario Dotta Junior formou-se pela Faditu em 1973, na época em que estudava era comerciário e hoje é advogado atuante nas áreas de Direito Civil e Trabalhista. Ele comenta que o Professor Ignácio da Silva Telles foi quem mais lhe marcou pelo conhecimento e pela empolgação com que ministrava as aulas, que foi uma época muito boa, e que além do conteúdo, a Faditu lhe proporcionou fazer fez muitas amizades que cultiva até hoje. Dr. Mario Dotta se lembra com carinho do torneio de futsal em que sua turma, o 4º B foi campeã em 1972 e completa: “Quase meio século cultuando o Direito. Parabéns, FADITU!”

Dotta

Advogado | Professor da FADITU
Damil

Advogado | Procurador Público | Ex-aluno da FADITU | Professor

Dr. Damil Roldan

“FADITU! Inegável a existência do “amor a primeira vista”. Foi assim, como o jovem que descobre o primeiro amor, que adentrando no amplo rol da FADITU pela primeira vez, respirei os “ares da verdadeira justiça” e não mais consegui me livrar desse “vício” incontrolavelmente contagiante. Mais do que o simples ensinar, a FADITU carrega em seus corredores, salas, paredes ... a história viva do recente Direito Nacional, eis que ícones da Magistratura, do Ministério Público, e da Advocacia, muitos dos quais, hoje, são Doutrinadores renomados, por ali desfilaram seu saber jurídico. Mas a FADITU não contentou-se em viver de sua gloriosa história e permanece com docentes altamente gabaritados, ampliou e modernizou suas instalações, mantendo-se como uma das melhores instituições de Ensino do pais. Amigos inesquecíveis, Ensinamentos eternos, Momentos únicos, tudo isso, que a FADITU me ofertou, mudou minha vida e estará guardado para todo o sempre com carinho impar. Desta feita, deixei os bancos acadêmicos e iniciei a militância na advocacia e conjuntamente atuo como Procurador Público. Porém o Direito é o exercício do aprimoramento constante, motivo pelo qual, não poderia escolher outra instituição, que não a FADITU, para meus cursos de Pós-Graduação. E o menino, que apaixonou-se pelo Direito, através da FADITU, hoje realiza seu sonho, pois com grande honra inicio minha carreira como docente do Direito, exatamente no berço pueril da FACULDADE DE DIREITO DE ITU.

Vilma Jacintho Brandão

Quando conclui a minha primeira faculdade (Faculdade Integrada Ibirapuera) e me formei em Letras comecei a dar aulas de Português e Inglês em colégios particulares em São Paulo. Quando, definitivamente, mudei com a minha família para a cidade de Itu, no ano de 1998, pude realizar o meu sonho, qual seja, o de me tornar uma advogada e assim ingressei no curso de Direito da Faditu no ano de 1999 concluindo em 2003. Atualmente milito na área do Direito Administrativo, Cível e Trabalhista, e também sou advogada do Escritório de Prática Jurídica da Faculdade de Direito de Itu desde agosto de 2005.
A Faditu é um exemplo de instituição séria e comprometida com o aprendizado dos alunos, procurando sempre manter um corpo docente de alto nível, o que com certeza, refletirá na formação acadêmica.

Vilma

Advogada | ex-aluna FADITU
Ernani

Advogado | ex-aluno FADITU

Ernani Soares Marques de Souza

Desde minha formatura sonhava em apenas advogar. À época eu trabalhava em Recursos Humanos na empresa Siemens. Na primeira oportunidade que tive abri meu escritório, até hoje mantenho o escritório, passados dezoito anos. Milito especialmente na área cível e trabalhista. A FADITU...quanta saudade. Tenho muito respeito pela instituição, escola séria, muito preocupada com a boa formação do aluno. Ali realizei o grande sonho da minha vida, tornar-me advogado. Da FADITU só boas lembranças, o corpo docente, a administração, pra mim tudo foi perfeito.

Alex Rodrigues Vieira

Minha história com a FADITU inicia-se muito antes de minha formação profissional. Inicia-se, na realidade, quando da formação jurídica de meu pai, Eliseu Rodrigues Vieira, que se formou na FADITU em 1987, voltando-se para a carreira de Delegado de Polícia de São Paulo, cargo que exerceu até o seu falecimento, em março de 1998. Com o desejo de igualmente atuar na área jurídica, não havia melhor escolha que a FADITU. Primeiro, pela reconhecida qualidade técnica da instituição e, ainda, por ter sido a Faculdade de meu pai.
Logo no primeiro ano de Faculdade, 1999, realizei estágio junto à Prefeitura Municipal de Sorocaba, no setor de Fiscalização de Atividades, Secretaria de Finanças. Após, no final de 2001, ingressei em estágio junto ao escritório de advocacia, Caiuby & Nascimento Advogados, escritório voltado para a assessoria jurídica empresarial e que neste ano (2008) fez parte da revista análise jurídica ("Mais admirados do Direito"), que apresenta os escritórios mais admirados do Brasil. No final de 2004, me formei e em janeiro de 2005 fui aprovado no exame da Ordem dos Advogados Secção de São Paulo. Dessa forma, fui convidado a fazer parte da banca de advogados do escritório onde já estagiava. Em tal cargo, continuo até os dias atuais. No próximo ano, objetivo constituir meu próprio escritório de advocacia e ingressar no magistério universitário. Para tanto, curso atualmente a pós-graduação da FADITU em Direito Tributário.
Agradeço muito a FADITU por ter me tornado, técnica e cientificamente preparado para a atuação jurídica. Agradeço aos professores, amigos, diretoria, enfim, a toda a instituição.

Alex

Advogado | ex-aluno FADITU
Jose

Oficial de Cartório | ex-aluno FADITU

José Cláudio Murgillo

Comecei minha carreira em 1976 como auxiliar do 2º Cartório de Notas de Itu. Em 1980 comecei a trabalhar no Registro Civil de Salto, como escrevente. Em 1994 fui designado Oficial Interino daquela Serventia. Em outubro de 2007, após aprovação em concurso público, assumi como Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais de Itu.
O curso de direito abre muitas oportunidades profissionais. No meu caso, nunca pensei em advogar, mas sim em utilizar o conhecimento jurídico na minha profissão. Com o advento da Lei 8935/94 o curso de direito tornou-se necessário para os concursos públicos para cartórios. Consegui atingir meu objetivo no ano de 2006 ao ser aprovado em 11º lugar no 4º Concurso Público para Serviços Registrais e Notariais realizado pelo TJ de São Paulo, no qual concorreram mais de 3.600 candidatos de altíssimo nível, dentre os quais, juízes, promotores e advogados. Portanto, a FADITU foi fundamental na minha trajetória profissional.

Nicolau Iusif Santarém

Sou formado pela FADITU em 1982, sendo que dois anos após, fui aprovado em concurso para delegado de polícia, e foi muito bom cursá-la, pois além de ser próxima da minha cidade natal (Tietê), ela era considerada, na época, a melhor faculdade de Direito da região e uma das melhores de Estado. Tive excelentes professores como Júlio Fabrini Mirabete, Michel Temer, Silvia Pimentel, Olavo Camargo Silveira e tantos outros. Minha esposa também formou-se por essa faculdade em 1994, e tenho uma filha cursando atualmente o quarto ano, e foi muito bom vir trabalhar na região (Itu, Salto, Sorocaba), pois pude manter novamente contato com colegas de faculdade, hoje profissionais atuantes.

Nicolau

Delegado de polícia | ex-aluno FADITU
Carlos Henrique

Advogado | ex-aluno FADITU
Dr. Carlos Henrique de Moraes Campos

“Já o meu primeiro ano na FADITU foi determinante na minha vida. Com a paixão imediata pelo Direito, deixei a minha profissão de pintor de automóveis e hoje sou advogado num conceituado escritório da região. A FADITU mudou a minha vida, abriu novos horizontes e ampliou meu círculo de amizades. Cursar a FADITU me deu a oportunidade de ter uma nova carreira ao me iniciar no vasto mundo do Direito.”
Dr. Luis Inácio Carneiro Filho

"FADITU, minha segunda casa. Tal expressão reflete a exata realidade de grande, e relevante parte da minha vida. A história se inicia com meus pais que se formaram nas primeiras turmas da FADITU, ainda quando, na década de 70, era carinhosamente conhecida como “Francisquinha”, por ser integrada por inúmeros professores da Faculdade de Direito do Largo São Francisco – USP. Seguindo os passos dos meus pais, já no ano de 1.994 ingressei nesta faculdade, e junto com minha esposa, também ex-aluna da FADITU, após 4 anos de saudosas aulas, me formei. O cursar Direito na FADITU transformou a minha vida e permitiu-me ascender profissionalmente, propiciando-me atingir todas as metas que havia estabelecido quando iniciei o curso. Tornei-me advogado, mestre em Direito, Assessor do Tribunal de Justiça e a maior das realizações, ser professor há mais de 8 anos desta maravilhosa instituição. Essa é a minha FADITU, faz parte da minha família e da minha carreira."
Carneiro

Assessor Jurídico do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo | Professor | ex-aluno FADITU
Ticianeli

Diretor Superintendentedo Banco do Brasil | Professor |ex-aluno FADITU
Dr. Marcos Augusto Parisi Ticianeli

"O meu ingresso na FADITU se deu pelo grande interesse na área do Direito, entretanto logo percebi a certeza de minha escolha pelo fato de cursar a faculdade que humaniza o conhecimento, visando formar profissionais atentos à realidade do mercado.
A gestão do conhecimento é algo imprescindível à formação humana. Isso eu encontrei nos anos de estudo como aluno na FADITU e perpetuo como docente há mais de 8 anos, pois o conhecimento não se restringe a uma área técnica, mas sim se propaga para todo aprendizado de uma vida.
Fazer parte da história da Faculdade de Direito de Itu, no passado e no presente, contribui para a formação de minha personalidade e construção da minha carreira profissional. E como docente, compartilho desses grandes valores para que possam ser difundidos entre os meus alunos, para que estes possam desfrutar das mesmas alegrias e sucesso que hoje eu tenho."

Dr. José Carlos Clementino

“Fiquei muito feliz com a campanha dos 40 anos da FADITU. É uma rica oportunidade para lembrarmos de nossos amigos, nossas aulas e refletirmos a respeito da nossa formação. No meu caso, a conclusão fica evidente: fiz uma excelente faculdade que me deu o suporte necessário para enfrentar o dia-a-dia com muita competência graças ao excelente aprendizado adquirido. Eu me formei em 1993 e fui aprovado no exame da OAB no mesmo ano, sou professor de Direito desde 1997 nas áreas de Gestão Ambiental, Instituições Públicas e Direito Tributário e ainda atuo como presidente da JARI - Junta Administrativa de Infrações de Trânsito.”

Clementino

Advogado| Professor Universitário| Secretário do Meio Ambiente em Itu| Ex-Aluno FADITU
Conte Você Também Sua História de Sucesso